Perigos do etanol para o motor de popa da lancha

O etanol ajuda a poluir menos o ambiente, mas ao mesmo tempo ele pode causar sérios problemas ao motor de popa, esses problemas começam a aparecer depois de 10% de etanol presente no combustível.

Como o etanol atrai e absorve a umidade do ar, ele pode fazer com que a contaminação do combustível aumente.

Ele irá ajudar a contaminar também, pois, ele dissolve materiais sólidos como, alumínio, aço, etc. Venda de lanchas.

Ele dissolvel também resinas, fazendo com que cause degola e pushrods tortos ou até mesmo pior que isso.

Ele prejudica plásticos e peças de borrachas do motor de popa.

Ou seja, é preciso sim ajudar o meio ambiente, mas fique atento para ver ser no seu combustível tem mais que 10% de etanol, se não o seu custo de manutenção vai ficar muito mais alto e você pode acabar aumentando o risco de perder o seu motor.

Hoje em dia, o etanol deve estar mais controlado nas misturas dos combustíveis, pois já foi proibido a utilização em motores de aviões e motores naúticos. Então, a preocupação de colocar a porcentagem certa aumentou.

As idades dos compradores de imóveis

A cada dia que passa, os jovens estão realizando seus sonhos de conseguir comprar a sua casa. E segundo uma pesquisa, em cada 10 compradores, 5 são jovens.

De acordo com as Imobiliárias de Presidente Prudente, como a classe média tem aumentado cada vez mais no Brasil, os jovens estão conseguindo realizar seus sonhos cada vez mais cedo. E na hora de escolher o imóvel, a primeira coisa que eles olham é a localização.

Além dos jovens estarem conseguindo realizar seus sonhos, existe aqueles que estão saindo de casa para poder estudar em outra cidade, já esses também escolhem imóveis com uma boa localização mas também querem um imóvel prático e pequeno.

E o que vem facilitando para o jovem também, é o financiamento imobiliário, que é um atributo muito importante na hora de comprar sua própria casa.

É importante ficar atento a esse público, pois ele vem crescendo, e vem ficando independente cada vez mais cedo. E também estão ficando exigentes, querem algo que dê a eles conforto e praticidade.

120554.00 Leeson

Redução de lançamentos imobiliários em 2015, diz SECOVI

As imobiliárias de Goiânia juntamente com o SECOVI declaram que o ano de 2015 será marcado por uma acentuada redução nos investimentos imobiliários relacionados aos lançamentos das construtoras e incorporadoras do setor de imóveis.

A queda poderá chegar a 10%. Esta projeção é resultado da queda apresentada no segundo semestre de 2014 devido ao grande número de eventos realizados no Brasil e as incertezas econômicas. http://www.urbs.com.br/

Em 2014 foram lançadas 31 mil unidades só na cidade de São Paulo, uma redução de 7% em relação aos lançamentos de 2013. As unidades comercializadas foram 41% menores do que em 2013.

Para 2015, os especialistas acreditam que o mercado irá focar em ofertas dos estoques remanescentes e consequentemente diminuir o número de lançamentos, justamente para não deixarem que a oferta de muitos imóveis faça os preços caírem ainda mais. A expectativa é que com estas promoções, os imóveis que estão parados sejam negociados e assim estabilize o setor.

Para 2016, os novos projetos deverão obedecer as regras do novo Plano Diretor Estratégico (PDE) e a tendência é o valor dos imóveis subir com essas medidas.

Cobrança de laudêmio municipal

As imobiliárias de Londrina explicam o que vem a ser a cobrança de laudêmio municipal, o instituto jurídico trazido pelo Código Civil de 1.916, denominado enfiteuse. O melhor para o seu bolso, imobiliária em Londrina.

O art. 674 do Código Civil de 1.916 estabelecia que: são direitos reais, além da propriedade, I-A enfiteuse. Enfiteuse é aquele pelo qual o proprietário ou senhorio direto de um imóvel atribui a outrem (enfiteuta) o domínio útil dele mediante pagamento pela pessoa que o adquire de uma pensão ou foro anual, bem como de um laudêmio quando houver transferência. Assim dispõe o art. 686 do anterior CC:

Art. 686. Sempre que se realizar a transferência do domínio útil, por venda ou doação em pagamento, o senhorio direto, que não usar da opção, terá o direito de receber do alienante o laudêmio, que será de 2,5% sobre o preço da alienação, se outro não se tiver fixado no título de aforamento.

Apesar do código Civil de 2002 não prever no rol dos direitos reais a enfiteuse, e o art. 2.038 do novo Código Civil tenha proibido a constituição de enfiteuse ou subenfiteuses, tal dispositivo disciplinou que as já existentes subordinam-se às disposições do Código Civil de 1.916 até a sua extinção.

Portanto, antes de lavrar uma escritura pública que importe em transferência do imóvel, o tabelião de notas deve verificar se na matrícula há a expressão “domínio útil”. Se houver é quase certo que haverá a cobrança do laudêmio, o que deverá ser lançado no texto do ato notarial.

Brasileiros e o mercado imobiliário americano

Os brasileiros ocupam hoje o 6º lugar no ranking dos que mais investem no mercado imobiliário dos EUA, como destacam as imobiliárias de Curitiba.

Investir no mercado internacional pode ser um bom negócio pra quem tem dinheiro para isso. A economia norte-americana cresce a cada dia. A capacidade de se reestruturar é sempre espantosa. As taxas de juros mais baixas é propício para o investimento. Além disso, há várias vantagens para os brasileiros como segurança e transparência dos negócios realizados com os EUA.

O desempenho do mercado imobiliário americano é influenciado por diversos fatores macroeconômicos: a renda per capita, as taxas de juros e a economia em plena recuperação. A Flórida é a 18ª economia do mundo. http://cvipr.com.br/

Os brasileiros ocupam o 6º ligar no ranking dos estrangeiros que mais investem em imóveis nos Estados Unidos e o 1º lugar entre os estrangeiros que mais investem no sul da Flórida. Quase 70% deles pagam o empreendimento à vista. Orlando, Miami e Los Angeles são as cidades mais procuradas por 33% dos que buscam uma residência para lazer ou para obter uma renda fixa extra com o aluguel.

Verificar a placa do carro antes mesmo da compra

Um dos aspectos importantes e que pode evitar qualquer problema é a verificação da placa do carro, isso quando se trata da compra de carros usados em Presidente Prudente.

Os mais cuidadosos, fazem um levantamento detalhado no que se refere a documentação do carro usado que pretende comprar, algumas fontes importantes para que se obtenha os dados do veiculo, e  vamos  tratar e exemplificar sobre a placa do carro.

As placas contem uma numeração como deve ser de conhecimento de muitos, porem são esses números que determinam a origem real do veiculo, por uma tarjeta na parte superior do veiculo, ou seja, o Estado e a Cidade, muitos não imaginam mais por exemplo carros que tenham vindo de localidades praianas como Santos, Rio de Janeiro, etc. Certamente terá um índice de corrosão maior que outros carros, e que muitas vezes são maquiados por pintura, o que dificulta a visualização num primeiro momento, então se você não tem muita experiência, peça a orientação de um mecânico de sua confiança e não tenha vínculos com a revenda.